TJ-RS reconhece que política de parcelamento de salários gera danos morais


Da Redação (*)


O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul reconheceu por 8 votos a 4, em julgamento realizado na tarde desta quinta-feira (21), que a política de parcelamento de salários, iniciada pelo governo José Ivo Sartori (PMDB) e que prossegue agora no início do governo Eduardo Leite (PSDB), gera danos morais aos servidores e servidoras do Estado.

Segundo a assessoria jurídica do CPERS, a decisão fixa jurisprudência, dispensando os servidores de apresentarem material comprovatório dos danos morais ao ingressarem com ações.


A presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, comemorou a decisão, classificando-a como “uma virada importante na postura do judiciário, que mostrou-se sensível à situação de miserabilidade da categoria e começa a reparar os danos causados pela política de arrocho do governo do Estado.


Ao todo, destaca o sindicato, já são 39 meses de salários parcelados e atrasados, além de mais de quatro anos sem reajuste ou correção da inflação.


(*) Com informações do CPERS Sindicato.


Fonte: https://www.sul21.com.br/areazero/2019/03/tj-rs-reconhece-que-politica-de-parcelamento-de-salarios-gera-danos-morais/

0 visualização

SINDIAGRI - Sindicato dos Trabalhadores do Setor Público Agrícola do Estado de Goiás

CNPJ: 33.637.562/0001-08

Razão social: Sindicato Trabalhadores St Publico Agricola Estado Go

Data de abertura: 25/1/1990

Endereço: R 227 A, 195, St Leste Universitário, Goiânia, GO, CEP 74465-539, Brasil