Reforma da Previdência dos militares e reestruturação de carreiras preveem economia de R$ 10,45 bi


O governo apresentou, nesta quarta-feira (20), a proposta de reforma do regime de aposentadoria dos militares e um plano de reestruturação de carreira do setor. A economia líquida deve superar R$ 10 bilhões no período de dez anos, informa o Ministério da Economia. Além disso, o projeto aumenta o tempo de serviço na ativa e também a alíquota de contribuição da categoria.


Ao longo de uma década, a expectativa do governo é:


> economizar R$ 97,3 bilhões com a reforma dos militares;

> gastar R$ 86,65 bilhões com a reestruturação do setor;

> obter uma economia líquida de R$ 10,45 bilhões.


Em 20 anos, a economia estimada é de R$ 33,65 bilhões, informou o governo.


O processo de reestruturação de carreiras prevê as seguintes mudanças, dentre outras:


> no "adicional de habilitação", que é uma parcela remuneratória mensal devida aos militares por conta de cursos realizados com aproveitamento;

> no "adicional de disponibilidade" (por conta de disponibilidade permanente e dedicação exclusiva);

> também serão implementadas alterações na ajuda de custo de transferência de militares para a reserva (de quatro a oito vezes o valor do soldo, total a ser pago uma única vez).


Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/03/20/reestruturacao-de-carreiras-de-militares-custara-r-868-bilhoes-em-10-anos-diz-governo.ghtml

0 visualização

SINDIAGRI - Sindicato dos Trabalhadores do Setor Público Agrícola do Estado de Goiás

CNPJ: 33.637.562/0001-08

Razão social: Sindicato Trabalhadores St Publico Agricola Estado Go

Data de abertura: 25/1/1990

Endereço: R 227 A, 195, St Leste Universitário, Goiânia, GO, CEP 74465-539, Brasil